Mindhunter - A série que eu me arrependi de não ter assistido antes!

em 2 de setembro de 2019


E aí pessoal, tudo bem? 


Espero que tenham tido uma ótima semana. 

Estamos de volta com mais um post sobre séries aqui no Blog e se você gosta de suspense criminal certamente irá gostar da proposta de hoje. Quem me acompanha por aqui, já deve ter percebido que sou uma ''estranha no ninho'' quando o assunto é fazer maratona de séries. O que é um tanto incomum para uma pessoa que vive em pleno estouro da onda Netflix e Amazon Prime

Meu gosto por séries é um tanto chato. Eu não tenho muita facilidade para me sentir atraída por qualquer enredo e querer descobrir mais sobre a história se ela não tiver alguns elementos específicos. Logo, isso acaba dificultando a me acostumar com algumas séries e raramente escolher uma para assistir, o que me leva a preferir na maioria das vezes os animes por enredos mais completos e diferenciados. 

Recentemente me foi recomendada a série Mindhunter, produzida pela Netflix em 2017  sob direção de David Fincher. A série tem como protagonista o agente Holden Ford, um negociador de reféns que passa a questionar a irracionalidade presente em seu trabalho após perder uma vítima, ocasionalmente durante uma negociação. Ao lado do Agente Bill Tench ele dá início a uma pesquisa na Unidade de Ciência Comportamental buscando entender padrões de ação e o que deu início aos comportamentos de assassinos. 

A dupla ''quase'' Dinâmica da Série.

A INSPIRAÇÃO PARA A SÉRIE

O livro que deu origem a adaptação da Netflix

A história é baseada no livro  “Mindhunter - O primeiro caçador de Serial Killers americano” que retrata a história real do agente John Douglas, responsável por traçar o perfil dos serial killers em uma época em que ninguém estava disposto a fazer o que fez: ficar cara a cara com dezenas de assassinos famosos, conduzindo entrevistas que o ajudariam a estudar padrões para entender quem são essas pessoas e como surgiu esse instinto que os fez se tornarem criminosos. Um dos pontos mega positivos é que a série trabalha totalmente em cima do seu imaginário e não precisa exibir as cenas dos crimes na tela para que você sinta o impacto dos acontecimentos. 

Se uma frase pudesse se encaixar perfeitamente para definir Mindhunter é ''Nunca Julgue o Livro pela Capa'', a série irá te surpreender de uma forma incrível. Recentemente a 2ª temporada foi disponibilizada na Netflix, hora perfeita para pegar o gancho e aproveitar para assistir.

Essa foi uma das melhores séries que assisti da Netflix, principalmente por abordar a fundo a Psicologia e captar a atenção de quem assiste de uma maneira surpreendente, com certeza valeu a maratona. 

Espero que tenham gostado dessa dica de hoje. 

Um grande beijo e até a próxima! 

Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário