22 de novembro de 2017

PUNISHER: Seria a melhor série da Marvel?
























Há muito que falar sobre a nova série da Marvel. E se você quer saber se vale a pena assistir essa novidade, está no lugar certo!


Punisher chegou ao catálogo da Netflix no último dia 17 de novembro, contando com um elenco bem elaborado com nomes como Ben Barnes, Jon Bernthal, Deborah Ann Woll e Amber Rose Revah. A série mostra a rotina de Frank Castle após os acontecimentos que marcaram sua vida drasticamente, Frank adota uma nova identidade e mantém-se como incógnita sob o nome de Peter Castiglione trabalhando como uma pessoa normal.

A série tem um desenrolar agradável, e aos poucos acompanhamos a dura rotina de Frank em ter que lidar com os fantasmas do seu passado o assombrando. Após os episódios de apresentação lenta do roteiro, a narrativa começa, de fato, a ganhar peso suficiente para descer a ladeira sem poupar violência, suspense e sangue. O mais interessante é que a série não possui limites quando se trata de violência, representando muito bem o ambiente do qual o Justiceiro está acostumado a lidar.

Além de um roteiro convidativo, elaborado de forma inteligente para prender quem assiste, a série mostra diversos lados da justiça e o quão falha a mesma pode ser. Há personagens marcantes como Madani, uma investigadora policial que não poupa esforços para chegar a uma conclusão de um caso já abandonado. Uma mulher forte, determinada e que está disposta a passar por cima de qualquer coisa para provar que conseguirá fazer uma justiça válida.



Voltando ao Justiceiro, Frank é muito bem representado pelo ator Jon Bernthal, e sinceramente em muitas cenas, cheguei a pensar que não poderiam escolher alguém melhor para o papel. Bernthal encarna totalmente a personalidade forte, agressiva, e complexa de Frank Castle. 

Outra atuação digna de tirar o chapéu vai para Ben Barnes no papel de Billy Russo, mostrando que sua imagem de Príncipe Caspian (Nárnia) ficou literalmente para trás, dando lugar a um ator competente em encarnar um cinismo digno de nojo vindo de seu personagem.



CONCLUSÃO

Punisher tem tudo o que uma série precisa para se tornar envolvente e faz uso de seus 
melhores recursos de forma equilibrada, sem excessos de drama, por exemplo. Há um equilíbrio admirável entre os elementos propostos na série de forma que prenda totalmente quem está assistindo, despertando uma sensação incrível de querer saber o que está por vir no próximo episodio.

Como uma grande fã do Justiceiro, tive aquela sensação de ter o sonho de princesa realizado em ver uma série como essa. E posso acentuar que estou completamente ansiosa para uma segunda temporada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Tendência Cósmica - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger